Keblinger

Keblinger

A verdade é que não há verdade.

| quinta-feira, 18 de agosto de 2011

A verdade é que não há verdade.

Dois...
Apenas dois.
Dois seres...
Dois objetos patéticos.
Cursos paralelos
Frente a frente...
...Sempre...
...A se olharem...
Pensar talvez:
“Paralelos que se encontram no infinito...”
No entanto sós por enquanto.
Eternamente dois apenas.

Pablo Neruda, Nando Reis, Os Infernais, Vale dos Vinhedos

2 comentários:

{ Bípede Falante } at: 19 de agosto de 2011 13:14 disse...

É de pensar...

{ Os Olhos de Alice } at: 19 de agosto de 2011 17:33 disse...

to pensando muito nesta semana!

 

Copyright © 2010 Os Olhos de Alice