Keblinger

Keblinger

Cuspir coração jorrar sangue ousar sensações

| segunda-feira, 4 de julho de 2011



"Longas ausências com curtos espaços azuis.
Tenho dentro de mim uma interminável madrugada.
Cidade silenciosa que atravesso lentamente.
Esta sou eu.
A noite e o dia.
Olhando a vida através do sono alheio.
Das janelas fechadas, dos parques vazios,
dos bares que guardam gente como eu.
Gente que sobra do dia e vira noite.
Gente que aos poucos vira madrugada.
Madrugada para sempre."




"suar emoções
escorrer tintas
manchar brancos


Cuspir coração
jorrar sangue
ousar sensações"...

Textos de Eleonora Rizzo, fotos do Mercado Público de Porto Alegre, para cuspir de vez meu coração!

2 comentários:

Anônimo at: 4 de julho de 2011 18:30 disse...

Alice !!!!!Adorei!!!!Beijos
Eleonora

{ Os Olhos de Alice } at: 5 de julho de 2011 04:55 disse...

eu também adorei!!!

 

Copyright © 2010 Os Olhos de Alice