Keblinger

Keblinger

Mas depois que sonhei com você...

| domingo, 26 de junho de 2011


Porque você não faz parte da minha vida e eu não me importo mais com isso, já tinha me curado do vicio de falar sobre você e de pensar em você. Mas depois que sonhei com você, sonho esse que estou quase me convencendo que foi o meu subconsciente, me dizendo que eu não me curei porra nenhuma e que eu amo você de uma maneira incrível e contraditória. 




Você é o cara que, quando foi embora, me deixou sentindo uma dor bem enorme, mas eu gosto de você, você não fez por mal. Seu mal nunca foi por mal. Então, eu gosto que gostem de você.




Talvez porque eu estava preocupada com aquele relacionamento antigo, e esqueci que era capaz de querer você. Esqueci que você também tinha me feito sorrir um dia, e que eu poderia escolher você para fugir de toda a feiúra do mundo. 



 
E você, inconsequentemente, me fez ver que seu mundo é pequeno demais para a minha felicidade, para o meu amor e principalmente pra mulher que hoje eu sou.

É isso. Só queria ser amada. Só isso. Precisa casar comigo não, precisa me engravidar não. Basta me olhar assim, basta morrer de rir comigo. Basta me ler, me decifrar, ser intenso nesse minuto.




Duas vezes eu quase morri de saudades de você. Uma quando eu vi Closer e lembrei que o amor, como deveria, não existe. E outra quando escutei sem esperar “Quem te viu, quem te vê” e lembrei que você era um pedaço charmoso de tudo o que o mundo e a vida têm de mais charmoso. Doeu lembrar ou aceitar que esse pedaço não existe mais nem no predinho azul e nem no sofá azul. Neste dia você finalmente morreu, e eu chorei de luto sem teatro, de luto não atual, de resto de luto. De um luto morto.

  Textos da Tati Bernardi, que se encaixam como um quebra cabeças perfeito!

2 comentários:

{ ♪ Sil } at: 26 de junho de 2011 18:18 disse...

Alice,

Neste dia você finalmente morreu, e eu chorei de luto sem teatro, de luto não atual, de resto de luto. De um luto morto.

Eu também já vivi isso!
Antes, doia.
Hoje não mais.
Enterrado de vez.

Lindas fotos, lindo texto, lindo blog!

Receba aqui meu abraço!

{ Os Olhos de Alice } at: 27 de junho de 2011 05:31 disse...

Sil obrigada
beijo

 

Copyright © 2010 Os Olhos de Alice